segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Zero tom de verde - capítulo 15


Esta é uma obra de ficção. Qualquer coincidência com a realidade será mera semelhança.

(Capítulo 1 aqui.) (Capítulo 14 aqui.)
------------------------
"Uh! Bad boys watcha gon,watcha gon, watcha gonna do?"

Com um pulverizador manual, álcool era borrifado sobre a palha acumulada naquele ponto do canavial. Um fósforo aceso e o resto era com a química da óxido-redução.

O processo em si era altamente complexo: o calor inicial degradava a celulose em gás carbônico, vapor d'água, óxidos nítrico e nitroso, óxidos de enxofre, amônia, monóxido de carbono, hidrogênio, hidrocarbonetos (entre metanos, HPAs, benzo-a-pireno, etc.) e compostos orgânicos voláteis diversos, açúcares desidratados, alcatrão, carvão... Monóxido de carbono, hidrogênio, hidrocarbonetos, açúcares, alcatrão e carvão, a alta temperatura, reagiam com o oxigênio do ar decompondo-se em gás carbônico, vapor d'água e óxidos de nitrogênio e de enxofre; liberando calor e luz, isto é, fogo, que degradava mais celulose e realimentava a intrincada reação.

O ar aquecido erguia-se arrastando consigo o vapor d'água, gases e partículas sólidas finas e ultrafinas (PM10). O calor decompunha também matéria orgânica e outros compostos presentes na camada mais superficial do solo. Nutrientes preciosos como sais de nitrogênio, potássio, fósforo, magnésio e cálcio era perdidos com as cinzas que esvoaçavam no meio da fumaça. Bactérias, fungos, minhocas, nematoides, sementes, plântulas e toda sorte de micro-organismos e pequenos animais e plantas também eram eliminados.

Aceiros garantiam que o fogo ficasse circunscrito à área designada dentro da propriedade. Mas os efeitos não respeitavam essas barreiras.

A coluna alcançava altitudes quilométricas, onde, sob ação de ventos de maiores velocidades espalhava-se por centenas de quilômetros quadrados. Cidades próximas eram mais afetadas, com aumento de até quarenta porcento no movimento em postos de saúde. Pessoas de todas as idades, principalmente crianças e idosos, acometidas de asmas, tosse, irritação nos olhos e na garganta. Partículas de não mais do que 10 micrômetros penetravam fundo no sistema respiratório, até os alvéolos, provocando edemas e consequente dificuldade em respirar. Moléculas de monóxido de carbono atracavam-se firmemente com as hemoglobinas, dificultando a obtenção de oxigênio. Óxidos de nitrogênio, de enxofre e ozônio (formado na baixa atmosfera pela reação de óxidos de nitrogênio, monóxido de carbono e compostos orgânicos voláteis sob a luz solar) complicavam ainda mais o quadro. HPAs e benzo-a-pirenos penetravam na corrente sanguínea, atingiam as células e danificavam as moléculas de ADN, em efeito cumulativo que progressivamente aumentava as chances de se desenvolver cânceres diversos, especialmente no pulmão.

"When they sudedongdong come for you?"

Era a última safra – salvo decisões judiciais contrárias – em que a queimada seria aplicada por força de acordo com o governo estadual – adiantando a data prevista inicialmente no decreto que regulava a matéria. Flora queria que já naquela vez não se usasse do fogo, mas uma comissão representando cerca de mil cortadores preferia a queima, com medo de cobras e outros animais peçonhentos em meio à plantação, além da facilitação do trabalho de colheita sem as folhas mortas da cana.

"When you were eight and you had bad dreams you go to school"

O coração de Flora falou mais alto e ela nem pensou nos efeitos mais graves que haveria de provocar em mais de 10 mil habitantes de cidades no entorno, expondo outros milhão e meio a, no mínimo, sérios incômodos. Sentia que um cálculo frio sobre riscos de mortes de trabalhadores mais diretamente ligados a suas decisões versus de cidadãos que jamais conheceria era por demais insensível.

Esse tipo de cálculo insensível a teria também afastado da associação de produtores que se articulavam contra a mecanização forçada prevista no decreto. Quando grupos de trabalhadores manifestaram apoio ao protesto, temerosos da perda do emprego, ela achou que sua aproximação com o sindicato patronal era a escolha correta.

Rejeitar o cálculo insensível, no entanto, não significava não fazer cálculo algum. O cálculo sensível era bastante simples: a mecanização tiraria uma fonte de renda temporária de dezenas de milhares de trabalhadores – muitos vindo de regiões distantes, sem oportunidades de emprego. O fato de tal cálculo não passar por nada parecido com: a mecanização tornaria os custos de plantio e colheita muito menores ou a colheita mecânica traria problemas na fermentação do caldo na medida em que terra não esterilizada pelo fogo trazia predadores, parasitas e competidores às cepas de leveduras, soava à Flora como sinal de preocupação socialmente saudável.

Ela entendia o argumento de que, por outro lado, a continuidade da exploração da mão-de-obra miserável era uma forma de predatismo social. Mas achava que o argumento de que se opor à substituição por máquinas era o equivalente a se opor à abolição da escravatura estaria fundamentalmente errado. O trabalho era ruim, degradante mesmo com os maiores cuidados possíveis que se tivesse, mas cuidava com toda a sinceridade que milhares de desempregados era pior.

Enquanto via do avião o carbono da cana disperso na fumaça, alisava o carbono compacto de George.

"And you chuck it down me!"
------------------------
(Capítulo 16.)

Nenhum comentário: